6 dicas especiais de segurança na internet para PMEs

segurança na internet

O gestor de TI, principalmente aquele que acumula funções em pequenas e médias empresas, geralmente se vê carregado de muitas responsabilidades, o que pode gerar dificuldades na hora de executar as tarefas. Uma dessas responsabilidades é a segurança na internet.

Para auxiliar nessa questão, listamos aqui 6 maneiras de evitar que os dados da sua empresa sejam perdidos ou roubados. Continue a leitura e veja como trazer mais credibilidade para o seu negócio aumentando a confiança no setor de TI!

1. Proteja a rede wi-fi

A instalação de firewalls corporativos é o primeiro grande passo para fornecer segurança para sua empresa. Seja via software ou hardware, essa medida de segurança observa o trânsito da informação de sua empresa, alertando quando a movimentação não é normal.

Outra sugestão para proteger a rede é manter atualizados os antivírus dos dispositivos. Conscientize também os funcionários a usarem antivírus em dispositivos móveis e naqueles que são utilizados para home office.

2. Realize backup dos dados

Duas situações são extremamente danosas para uma empresa: a descontinuidade dos negócios e a perda de dados sigilosos. Realizar o backup garante que a primeira delas não ocorra.

Por isso, o investimento na nuvem costuma ser um passo importante para pequenas e médias companhias. Devido ao seu orçamento apertado, elas dependem de soluções com preços variáveis e de rápida implementação, características inerentes às soluções em nuvem.

3. Utilize senhas fortes e as atualize regularmente

Senhas são problemáticas há muito tempo. Com as redes sociais, a insegurança em relação a esse quesito aumenta mais ainda, pois pessoas mal-intencionadas podem descobrir facilmente informações particulares de outras.

Essas informações costumam ser ponto de partida para descoberta de senhas e de perguntas secretas, que em seguida são utilizadas para acessar e-mails e contas corporativas.

Por isso, a dica é utilizar senhas que não tenham a ver com hobbies, animais e times, além de trocá-las periodicamente.

4. Classifique os acessos

Dar acesso ilimitado a todos os usuários da empresa é um dos erros de segurança mais comuns que o gestor pode cometer.

Limitando quem pode ou não acessar determinada informação é muito mais fácil para não apenas manter o controle como também tomar medidas de reparação após incidentes.

5. Tenha um plano de recuperação

Extinguir as vulnerabilidades do sistema é algo quase impossível. Dessa forma, deve-se estar preparado para tomar ações que garantam a continuidade dos processos caso os setores de TI estejam inoperantes.

Para isso a sugestão é criar um comitê que, primeiramente, defina quais são as ações que comprometem os negócios da empresa. Em seguida, é necessário definir como a empresa operará durante o incidente, e também quais são as ações que retornarão a empresa ao curso normal.

Aproveite e peça à equipe para otimizar a segurança de dados da empresa.

6. Terceirize se necessário

Muitas ações envolvem equipes, hardwares e softwares que a empresa não pode arcar naquele momento.

Como deixar de lado a questão da segurança não é uma opção, uma possibilidade é garantir que serviços vitais estejam em boas mãos, como com empresas especializadas em gerenciamento do banco de dados.

A necessidade de proteção dos dados não é uma exclusividade de grandes empresas. Segurança na internet é um assunto sério, e, como vimos, mesmo pequenas e médias empresas podem elaborar planos viáveis para evitar vazamento e roubo de informações.

Para melhorar ainda mais a segurança de sua PME, veja como evitar os 4 erros de TI que levam a perda de dados!