4 erros de TI que levam à perda de dados

5 erros de TI que levam à perda de dados

Atualmente, com um cenário corporativo cada vez mais dependente de seus recursos tecnológicos, é imprescindível uma gestão de TI eficiente, a fim de organizar e gerenciar todo tipo de dados que uma empresa necessita.

Entretanto, nesse universo, ainda são cometidos alguns erros que acabam ocasionando a perda desses dados. Essas falhas, muitas vezes, estão relacionadas a fatores humanos — desatenção, inexperiência — ou a fatores de ordem estrutural — a não utilização dos recursos adequados, por exemplo.

Pensando nisso, hoje falaremos a respeito desses erros, listando alguns dos mais recorrentes, para que você possa se precaver deles. Vamos lá?

1. Não investir em inovação e em renovação de tecnologias

Esse é, talvez, um dos erros mais recorrentes. Quando falamos em renovação e em inovação, acabamos por falar também em gastos, já que muitos recursos utilizados em uma empresa — equipamentos, hardwares e softwares — têm um valor elevado. Isso faz com que investimentos nessa área sejam sempre postergados.

Esse tipo de comportamento é fatal, uma vez que, agindo assim, a empresa pode sofrer impactos diretos na segurança dos dados e em sua produtividade.

2. Negligenciar cuidados com crimes virtuais

É muito comum as empresas não darem a devida atenção para a atuação de criminosos virtuais, supondo que hackers não teriam interesse nos seus dados. Esse comportamento deixa o ambiente totalmente vulnerável à atuação desses criminosos.

Mesmo tomando medidas de segurança adequadas, a empresa ainda está suscetível a invasões externas principalmente quando resolve negligenciar esses cuidados.

 

3. Contratar os profissionais de TI sem experiência

Ter bons profissionais de TI à disposição da empresa é essencial para o bom funcionamento do ambiente. Contudo, muitas empresas ainda erram na hora de contratar novos profissionais.

É comum as organizações ficarem muito restritas à análise do currículo do candidato, já que ter um bom currículo pode significar muita coisa. No entanto, não deve ser o único fator na hora da escolha de um profissional dessa área.

Em se tratando de Tecnologia da Informação, a parte prática acaba superando a teórica. Por isso, na hora de selecionar um candidato, é recomendável realizar testes mais práticos, a fim de visualizar a real capacidade dos candidatos.

4. Não possuir a infraestrutura adequada

A proteção dos dados em uma empresa deve ser questão prioritária. Isso, sem dúvidas, demandará uma série de recursos, sejam eles humanos ou de ordem técnica. Dessa forma, empresas acabam incorrendo neste erro: desempenhar suas atividades sem possuir a infraestrutura adequada, já que isso tem alguns custos, geralmente elevados.

Quando se trata de tecnologia da informação, possuir os recursos necessários, como sistemas de proteção e de recuperação de dados, softwares atualizados e profissionais capacitados, ou mesmo contar com o auxílio de outras empresas especializadas no monitoramento e na administração de ambientes de TI é primordial para evitar falhas.

E aí? Gostou das dicas? Quer saber mais? Curta as nossas páginas no Facebook e no LinkedIn!